14/04/2017

HOME


Home is definitely where the heart is. Home is also an endless search for meaning and belonging. One I'd hoped I'd put an end to when I moved away. To a new place, to a new city, to a new country. I thought I had it all figured out. I didn't. Although an amazing experience, living abroad has taught me the value and the meaning of what it's like to feel fully at home somewhere. For better of for worse, my home hasn't changed places. Fortunately, I get to come home every few months - and the smile that takes over every fibre of my being every time the foggy clouds start disappearing from the windows as the plane starts its landing manoeuvres has just been getting better and bigger with time. Here's to being home — there's no place just quite like it.

Não há nada mais importante que sentirmo-nos em casa. Mas a busca por um lar é também uma infinita luta por inserceção, aceitação e enquadramento. Uma luta que eu tinha esperança que tivesse chegado ao fim quando decidi mudar a minha base. Para uma nova cidade, para um novo país. Pensei que estivesse no caminho certo. Hoje sei que não. Viver fora de Portugal tem sido das melhores experiências da minha vida. Ensinou-me a dar valor ao que deixei para trás, mas mostrou-me também o verdadeiro significado de 'casa' - e o quão bom é sentir-me completamente à vontade nela. No entanto, para melhor ou para pior, a minha casa ainda não mudou de local. Felizmente, tenho a sorte de poder cá vir de poucos em poucos meses — e o sorriso que se apodera das minhas feições, sempre que as nuvens começãm a desaparecer e o avião começa as suas manobras de aterragem, tem vindo a ficar cada vez maior. There's no place like home.

LISBON, PORTUGAL

You Might Also Like

2 comments